PARTICIPE!

PARTICIPE!

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Programação intensa

Programação intensa da Pastoral Familiar em todas as comunidades da Arquidiocese. Registramos aqui apenas alguns exemplos que nos chegaram recentemente:

Palestra com o tema "Afetividade e Sexualidade" para o Grupo Jovem da Paróquia Santa Bernadete (vic. Leopoldina) e da Capela Sâo Daniel Profeta.




Reunião com a equipe de Pastoral Familiar da Paróquia Nossa Senhora Aparecida (vic. Leopoldina), na Ilha do Governador, para formação do recém-renovado Setor Pré-Matrimonial, que retomará suas atividades com nova coordenação e novos projetos neste ano de 2014.





Pregação de avivamento da Pastoral Familiar para a 2a Forania do vicariato Oeste, que aconteceu na Paróquia Coração Eucarístico de Jesus, em Santíssimo.






E o I Encontro para as Famílias, organizado pela equipe de Pastoral Familiar da Paróquia Nossa Senhora da Conceição (vic. Leopoldina), de Ramos.








domingo, 6 de abril de 2014

Curso Bíblico: Caridade e Família

 
No sábado dia 05 de abril pela manhã, aconteceu o segundo encontro do Curso Bíblico, unindo os temas "Caridade e Família". O professor é o biblista Pe. Leonardo Agostini, da Igreja do Divino Espírito Santo, no Estácio, onde o curso está acontecendo.
A propaganda com as datas e horários do curso está na barra lateral do nosso blog. Ele é promovido já há alguns anos por iniciativa da Iniciação Cristã, mas o tema deste ano diz muito, sem dúvida, aos agentes de Pastoral Familiar também, por isso, todos estamos convocados.
A Igreja estava lotada e todos, catequistas e agentes da PF, ficaram maravilhados com a profundidade da análise dos textos bíblicos feita de forma irretocável por Pe. Leonardo. Os trechos bíblios são interpretados a partir das seguintes visões: (1) histórica, (2) literária, (3) teológica e (4) pastoral. Vale muito a pena participar.
Mesmo se você perdeu os dois primeiros encontros, não faz mal. Comprareça nos próximos que serão nos dias 26 de julho e 25 de outubro. Devido à riqueza do conteúdo e ao pouco tempo disponível, é bem provável que Pe. Leonardo ainda marque um outro sábado extra para que todas as passagens bíblicas propostas na sua ementa sejam tratadas. Caso isso aconteça (e todos os participantes gritaram unânimes um sonoro "sim!") avisaremos de pronto em nosso blog.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

CATEQUESE SOBRE O MATRIMÔNIO


Confira a Catequese do papa Francisco na íntegra!
Praça Pedro, quarta-feira, 2 de abril de 2014
Boletim da Santa Sé
Tradução: Jéssica Marçal

Hoje concluímos o ciclo de catequeses sobre os sacramentos falando do matrimônio. Este sacramento nos conduz ao coração do desígnio de Deus, que é um desígnio de aliança com o seu povo, com todos nós, um desígnio de comunhão. No início do Livro do Gênesis, o primeiro livro da Bíblia, no ápice do relato da criação se diz: “Deus criou o homem à sua imagem; criou-o à imagem de Deus, criou o homem e mulher… Por isto o homem deixa o seu pai e sua mãe para se unir à sua mulher; e já não são mais que uma só carne” (Gen 1, 27; 2, 24). A imagem de Deus é o casal matrimonial: o homem e a mulher; não somente o homem, não somente a mulher, mas todos os dois. Esta é a imagem de Deus: o amor, a aliança de Deus conosco é representada naquela aliança entre o homem e a mulher. E isto é muito belo! Fomos criados para amar, como reflexo de Deus e do seu amor. E na união conjugal, o homem e a mulher realizam esta vocação no sinal da reciprocidade e da comunhão de vida plena e definitiva.

1. Quando um homem e uma mulher celebram o sacramento do matrimônio, Deus, por assim dizer, reflete-se neles, imprime neles seus próprios traços e o caráter indelével do seu amor. O matrimônio é o ícone do amor de Deus por nós. Também Deus, de fato, é comunhão: as três Pessoas do Pai, do Filho e do Espírito Santo vivem desde sempre e para sempre em perfeita unidade. E é justamente esse o mistério do matrimônio: Deus faz dois esposos uma só existência. A Bíblia usa uma expressão forte e diz “uma única carne”, tão íntima é a união entre o homem e a mulher no matrimônio. E é justamente esse o mistério do matrimônio: o amor de Deus que se reflete no casal que decide viver junto. Por isto, o homem deixa a sua casa, a casa dos seus pais e vai viver com sua esposa e se une tão fortemente a ela que os dois se tornam – diz a Bíblia – uma só carne. Mas vocês, esposos, lembra-se disso? Estão conscientes do grande presente que o Senhor vos deu? O verdadeiro “presente de casamento” é este! Na vossa união há o reflexo da Santíssima Trindade e com a graça de Cristo vocês são um ícone vivo e credível de Deus e do seu amor.

2. São Paulo, na Carta aos Efésios, coloca em destaque que nos esposos cristãos se reflete um mistério grande: a relação instituída por Cristo com a Igreja, uma relação nupcial (cfr Ef 5, 21-33). A Igreja é a esposa de Cristo. Esta é a relação. Isto significa que o matrimônio responde a uma vocação específica e deve ser considerada como uma consagração (cfr Gaudium et spes, 48; Familiaris consortio, 56). É uma consagração: o homem e a mulher são consagrados em seu amor. Os esposos, de fato, em força do Sacramento, são revestidos de uma verdadeira e própria missão, para que possam tornar visível, a partir de coisas simples, cotidianas, o amor com que Cristo ama a sua Igreja, continuando a doar a vida por ela, na fidelidade e no serviço.

3. É realmente um desígnio maravilhoso aquele que é inerente ao matrimônio! E acontece na simplicidade e também na fragilidade da condição humana. Sabemos bem quantas dificuldades e provações conhecem a vida de dois esposos… O importante é manter viva a ligação com Deus, que está na base da ligação conjugal. E a verdadeira ligação é sempre com o Senhor. Quando a família reza, a ligação se mantém. Quando o esposo reza pela esposa e a esposa reza pelo esposo, aquela ligação se torna forte; um reza pelo outro. É verdade que na vida matrimonial há tantas dificuldades, tantas; seja o trabalho, seja que o dinheiro não basta, seja que as crianças tenham problemas. Tantas dificuldades. E tantas vezes o marido e a mulher se tornam um pouco nervosos e brigam entre si. Brigam, é assim, sempre se briga no matrimônio, algumas vezes voam até os pratos. Mas não devemos ficar tristes por isto, a condição humana é assim. E o segredo é que o amor é mais forte que o momento no qual se briga e por isto eu aconselho aos esposos sempre: não terminem um dia no qual tenham brigado sem fazer as pazes. Sempre! E para fazer as pazes não é necessário chamar as Nações Unidas, que venham pra casa fazer a paz. É suficiente um pequeno gesto, um carinho, um olá! E amanhã! E amanhã se começa uma outra vez. E esta é a vida, levá-la adiante assim, levá-la adiante com a coragem de querer vivê-la juntos. E isto é grande, é belo! É algo belíssimo a vida matrimonial e devemos protegê-la sempre, proteger os filhos. Outras vezes eu disse nesta Praça uma coisa que ajuda tanto a vida matrimonial. São três palavras que devem ser ditas sempre, três palavras que devem estar em casa: com licença, obrigado e desculpa. As três palavras mágicas. “Com licença”: para não ser invasivo na vida dos cônjuges. Com licença, mas o que te parece? Com licença, permito-me. “Obrigado”: agradecer o cônjuge; agradecer por aquilo que fez por mim, agradecer por isto. Aquela beleza de dar graças! E como todos nós erramos, aquela outra palavra que é um pouco difícil de dizê-la, mas é preciso dizê-la: “desculpa”. Com licença, obrigado e desculpa. Com estas três palavras, com a oração do esposo pela esposa e vice-versa, com fazer as pazes sempre antes que termine o dia, o matrimônio seguirá adiante. As três palavras mágicas, a oração e fazer as pazes sempre. Que o Senhor vos abençoe e rezem por mim.

quarta-feira, 26 de março de 2014

DIA EM DEFESA DA VIDA

No dia 25 de março, em que a Igreja celebra a festa da Anunciação do Senhor, a Igreja Nossa Senhora do Parto, no Centro da Cidade estava em festa. Além da Missa solene, às 13h30 presidida por Dom Antonio Augusto, aconteceu a inauguração do Centro Social Nossa Senhora do parto. A iniciativa contará com voluntários de diversas áreas que vão dar assistência a gestantes carentes. O Centro começa com uma sala de atendimento multidisciplinar para mulheres em risco social.
O espaço é modesto, mas é inteiramente consagrado à defesa da vida. Ele funcionará de segunda a sexta-feira, das 09h às 17h e oferecerá atendimento psicoterapêutico para as gestantes, atendimento jurídico e de defesa da mulher, terapia de família e o “Projeto Maternidade Responsável” que dará formação para as gestantes na área de puericultura, amamentação, etc.

sábado, 22 de março de 2014

Encontro para agentes - 2014

 
O auditório do Edifício João Paulo II ficou cheio ao receber os agentes de Pastoral Familiar e movimentos familiares para o 15º Encontro de Agentes de Pastoral Familiar da Arquidiocese do Rio de Janeiro. O evento aconteceu no sábado, dia 22 de março, começando com uma celebração da palavra presidida pelo diácono Joaquim. A primeira palestra foi feita por Dom Antonio Augusto, nosso bispo animador. O tema foi “A Alegria do Evangelho”, toda inspirada no texto do Papa Francisco. O segundo momento de formação – “A Alegria do Evangelho em Família” – foi conduzido pelo casal Jorge e Neíte, do Setor Pós-Matrimonial.

quarta-feira, 19 de março de 2014

São José, rogai por nós!

Rezemos a São José, patrono da Igreja e proteror da Sagrada Família e também das nossas famílias para que interceda por nós, por este momento em que vivemos tantas ameaças à preservação da dignidade humana e da própria instituição familiar. Assim como em seu tempo aui na terra, hoje nos ronadam muitas ameaças de morte... Glorioso São José, rogai por nós!

ORAÇÃO A SÃO JOSÉ
A vós, São José, recorremos em nossa tribulação e, depois de ter implorado o auxílio de Vossa Santíssima Esposa, cheios de confiança solicitamos o vosso patrocínio. Por esse laço sagrado de caridade, que os uniu à Virgem Imaculada, Mãe de Deus, pelo amor paternal que tivestes ao Menino Jesus, ardentemente vos suplicamos que lanceis um olhar benigno para a herança que Jesus conquistou com seu sangue,e nos socorrais em nossas necessidades com o vosso auxílio e poder. Protegei, ó Guarda providente da Divina Família, a raça eleita de Jesus Cristo. Afastai para longe de nós, ó Pai amantíssimo, a peste do erro e do vício. Assisti-nos do alto do céu, ó nosso fortíssimo sustentáculo, na luta contra o poder das trevas; assim como outrora salvastes da morte a vida do Menino Jesus, assim também defendei agora a Santa Igreja de Deus contra as ciladas de seus inimigos e contra toda adversidade. Amparai a cada um de nós com o vosso constante patrocínio, a fim de que, a vosso exemplo, e sustentados com vosso auxílio, possamos viver virtuosamente, morrer piedosamente e obter no céu a eterna bem-aventurança. Assim seja.

sexta-feira, 7 de março de 2014

Parabéns, mulher!

Neste dia 08 de março, dia Internacional da Mulher, queremos rogar a intercessão daquela que é a Mulher por excelência, Maria, sobre todas as mulheres. Filhas, esposas, mães, avós, profissionais, consagradas e guerreiras nas lutas do dia-a-dia.
Pedimos sobre cada uma delas -- especialmente as mais sofredoras -- a proteção maternal de Nossa Senhora!
 
 

Folia com Cristo 2013

Confraternização da CAPF- (06/12/12)

Congresso Arquidiocesano de Pastoral Familiar (27/10/12)

AVENTURA DA CRUZ (14/09/12)